Tomás Maia, André Maranha

CASA DA ALMA

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Tomás Maia e André Maranha

… sobre a criação, ocorre‐nos propor um diálogo sobre a necessidade de criar — que não é porventura outra senão a necessidade de dialogar… «Casa da alma» — o nome, e não necessariamente a coisa — serve de mote para uma improvisação a duas vozes — pois pelo menos sobre isto haverá um acordo tácito: a coisa criada é qualquer coisa como uma casa da alma, guardando o vazio e o silêncio de uma vida. O diálogo, previamente gravado, foi dado a ouvir no Convento de S. Francisco – Sala do Capítulo.

Tomás Maia Licenciatura em “Artes Plásticas — Pintura” pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa (1991), D.E.A. (Diplôme d’Études Approfondies) no Centro de História e Teoria da Arte da École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris (1993), D.E.A. em Études Portugaises, Brésiliennes et de l’Afrique Lusophone, na Université de la Sorbonne, Paris IV (1995), doutoramento em Filosofia de arte na Université Marc Bloch — Strasbourg (2004). Publicou recentemente: “O gesto da arte. O segredo do artista, 2” in Fernando Calhau. Desde 2004 retomou a regularidade da sua actividade artística.